SORTEIO DE LIVROS

AJUDA

QUERIDOS(AS) AMIGOS(AS)

ESTAMOS PROMOVENDO O SORTEIO DE 4 LIVROS DE ANTOLOGIAS, DOS QUAIS PARTICIPEI, COM A FINALIDADE DE ANGARIAR RECURSOS PARA TRATAMENTO MÉDICO, EXAME DE ALTO CUSTO (ELETRONEUROMIOGRAFIA) E TROCA DA CADEIRA DE RODAS, DEVIDO AO CONSTANTE AVANÇO DO QUADRO CLÍNICO.

HJ POSSUO 10 HÉRNIAS DE DISCO NA COLUNA, SENDO 4 LOMBARES, 4...

Continuar lendo

ENQUANTO TE SONHO NÃO DURMO

POETA JOSÉ BATISTA

ENQUANTO TE SONHO NÃO DURMO

Abro os braços

Como quem abraça o mundo,

Não consigo te acolher,

Arranco a lasciva paixão

Que ainda pulsa entre meus dedos,

Apresento-me

Como quem não tem fim

Mas que acaba em ti.

Debulho minhas sementes,

Fertilizo avenidas de primavera,

Busco em quadros ancorados nas paredes

Paisagens noturnas que te descrevem,

Mas tu anuncias...

Continuar lendo

PAISAGEM ESTAMPADA NA PAREDE

POETA JOSÉ BATISTA

PAISAGEM ESTAMPADA NA PAREDE

Admirar teu sorriso nessa distância

Ancorado no painel das lembranças

É como folhear páginas de uma velha agenda

Onde cada anotação

Vem desenhando a alegria

Derramando-se sem tingir

A sequência dos dias

É sentir mãos entusiasmadas de prazer

Pelo toque em tua pele

É perder-se em teus olhos

Sentindo o sabor de teus lábios

Mesmo...

Continuar lendo

NÃO HÁ TEMPO PARA CHORAR

POETA JOSÉ BATISTA

NÃO HÁ TEMPO PARA CHORAR

Há um tempo para ser feliz,

Mas não há tempo para chorar,

Não te permitas chorar,

Deixas que as nuvens chorem tuas dores,

Permites que chorem por ti,

Só não permite a ti mesmo chorar,

O tempo é curto,

Não há tempo para sofrer,

Nem há tempo para chorar.

Pendura tuas tristezas nos varais

Dos quintais baldios

Até que o calor do sol as...

Continuar lendo

AMOR

POETA JOSÉ BATISTA

AMOR

O que se sabe sobre o amor?

Por mais que se fale

Por mais que se diga

Que se grite

Que se cale

Que se aproxime

Que se afaste

Quem quiser

Que indague

Amor que se respeita

Que se espreita

Que se rejeita

Que se almeja

Que se gagueja na hora da confissão

Amor que espanta

Amor adúltero

Amor criança

Mas nada se saberá sobre o amor

Cada um com sua versão

Sua tradução...

Continuar lendo

NECESSIDADE DE TI

POETA JOSÉ BATISTA

NECESSIDADE DE TI

O cansaço domina meu corpo,

Necessito de teus braços,

Teu carinho,

Teu calor,

Teus beijos para acariciarem meus desejos,

Quero o aconchego de teu corpo,

Abrigo onde todas as noites me recolho,

Adormeço para sonhar teus amores,

Provar todos os teus sabores

Até me saciar.

Quero sentir teus dedos escorregando

Sobre minha pele envelhecida,

Ser...

Continuar lendo

MENTIRAS

POETA JOSÉ BATISTA

MENTIRAS

Trago nas manhãs

Um olhar suspenso

Buscando teu sorriso,

Perco-me nesse silêncio

Que traz consigo tua ausência,

Invado-me de tristezas

E diante desse céu imenso,

Desconfio que sou uma mentira,

Odeio mentiras,

Denigrem a alma

E apodrecem as bocas malditas

Que as criam em vãos momentos,

Prefiro a verdade nas palavras

Mesmo que doam na carne

Como um...

Continuar lendo

REENCONTROS

POETA JOSÉ BATISTA

REENCONTROS

Na despedida

Vi o olhar de meu amor inundar

De uma tristeza esparsa,

Que não disfarça

A dor no peito,

Mas que jeito

Conter essa cena,

Se a mão acena

Anunciando a partida?

Pois que a vida

É moldada nas idas

E em outras tantas vindas

Para apagar as saudades

Que as maldades

Tentaram nos impor.

Mas seja qual for

As normas desse jogo,

Depositaremos as...

Continuar lendo

O SILÊNCIO DOS AMANTES

POETA JOSÉ BATISTA

O SILÊNCIO DOS AMANTES

Os amantes não precisam de palavras,

Mas do silêncio da noite,

Dos lençóis,

Dos corpos,

As bocas procuram os desejos,

Não há tempo para palavras,

Desenham paisagens

Sobre a pele arrepiada no êxtase,

Tatuando na alma

Momentos únicos que eternizar-se-ão

Como postais afixados

Nos Out Dor do tempo.

Os amantes precisam apenas do tempo,

Onde...

Continuar lendo

A SOLIDÃO DENTRO DE MIM

POETA JOSÉ BATISTA

A SOLIDÃO DENTRO DE MIM

E quando deito mergulhado

Nessa imensidão de silêncio e saudades,

São tuas lembranças que descubro ao meu lado,

Acariciando minhas insônias,

Com os lábios macios e apaixonados que nunca beijei,

Um cheiro de sol e mar misturado ao sabor

Da pele ardente dos banhos de verão,

E o entrelaçar de pernas

Na dança frenética que nunca...

Continuar lendo

ESSA DISTÂNCIA DE TI

POETA JOSÉ BATISTA

ESSA DISTÂNCIA DE TI

Enquanto estavas mergulhada na distância,

Nesse tempo ausente de viver,

Dormi ao relento,

Cavalguei estrelas,

Fiz vigília aos pés da cama,

Imaginando ali novamente te ver,

Despindo os sonhos,

Escancarando os desejos,

Libertando o grito do anoitecer,

E se instalar em mim,

Rasgando as fantasias

Antes mesmo de meu carnaval acontecer,

Grande...

Continuar lendo

PERMITE-ME SER TEU

POETA JOSÉ BATISTA

PERMITE-ME SER TEU

Permite-me despertar nas manhãs

Com a necessidade de invadir quintais

Até alcançar teus sonhos,

Percorrer estradas sem rumo

Guiado apenas pelo perfume

De tuas noites incendiadas,

Reencontrar-te estacionada

Nesses desejos confeccionados

Durante o silêncio das saudades,

Como se fossem postais

Emoldurando meu olhar.

Permite que tua boca

...

Continuar lendo